LORCA E O FLAMENCO: CURSO ON-LINE

A partir do dia 14 de janeiro, as professoras Denise Baptista (língua e cultura espanhola) e Silvia Canarim (flamenco) ministrarão um curso on-line unindo duas de suas paixões: o poeta Federico García Lorca e o Flamenco. Em Leyendas del Tiempo: Lorca y el Flamenco, Denise e Silvia apresentarão a relação do poeta mais universal da língua espanhola com a arte flamenca.

Além de ter nascido no berço do Flamenco, Lorca relacionou-se com as várias manifestações desse gênero ao longo de sua vida, assim como os artistas flamencos adotaram sua obra como fonte inspiradora. O programa contempla a introdução à biografia do escritor, as diversas vezes nas quais ele se inspirou no universo flamenco para compor suas obras ou mesmo para organizar o famoso Concurso de Cante Jondo de 1922 ao lado de Manuel de Falla e, como não, as diversas obras de artistas da Espanha e do Brasil que renderam homenagem ao andaluz.

Além de suas carreiras individuais, as professoras Denise Baptista e Silvia Canarim já desenvolveram diversos projetos artístico-culturais em parceria. Entre eles, o musical LORQUIANAS, baseado nas canções populares antigas compiladas e gravadas por García Lorca e a bailarina Encarnación López “La Argentinita” em 1931. Lorquianas foi desenvolvido ao lado da cantora e compositora Simone Rasslan e da cantora e pedagoga Vanessa Longoni, que fará uma participação especial no curso. 

Inscrições e maiores informações: bit.ly/silvia-cursos ou pelo e-mail: historiadoflamenco@gmail.com.

SERVIÇO

O que: Curso on-line Leyendas del Tiempo: Lorca y el Flamenco
Quando: dias 14 (qui), 19 (ter), 21 (qui), 28 (qui) de janeiro de 2021.
Horário: das 18h30 às 20h
Plataforma: Zoom
Assessoria de imprensa: 51 98146-4045 (Silvia)


SOBRE AS PROFESSORAS

Denise Baptista. Foto: Cláudio Etges

Denise Baptista
Professora de língua e cultura espanholas. É doutora em Linguística pela Università degli Studi di Bari Aldo Moro na Itália e especialista em Língua e Literatura Espanhola pela Agencia Española de Cooperación Internacional de Madri. Licenciada pela PUCRS, vem trabalhando no ensino do idioma, cultura e literatura espanhola há 32 anos. Foi professora do Instituto de Cultura Hispânica da PUCRS, da Universidade de Caxias do Sul (UCS), da Universidade do Vale dos Sinos (UNISINOS) e dos Colégios Farroupilha e Anchieta de Porto Alegre. Além das atividades regulares de ensino de espanhol, a professora Denise Baptista desenvolve projetos artístico-culturais, como o musical LORQUIANAS, baseado na obra de García Lorca, espetáculo que criou em parceria com Silvia Canarim, Vanessa Longoni e Simone Rasslan.

Silvia Canarim. Foto: Cláudio Etges

Silvia Canarim
Bailarina, coreógrafa, pesquisadora e professora de dança flamenca. Diretora da Cia Silvia Canarim – Flamenco e Contemporaneidade. É uma das pioneiras da vertente contemporânea do gênero artístico no país. Dedica-se ao flamenco profissional há 27 anos. É mestre em Artes Cênicas pela UFRGS e especialista em Dança pela PUC-RS. De 2008 a 2010, viveu em Sevilha para realizar sua formação em “Estudios Avanzados en Flamenco” do Programa de Doutorado da Universidade de Sevilla. Atuou, dirigiu e coreografou diversos espetáculos, entre eles: LORQUIANAS, baseado no disco Canciones Populares Españolas gravado por Lorca em 1931 e A CASA, que tem como base a obra teatral “A Casa de Bernarda Alba”, do autor granadino. O espetáculo recebeu quatro Prêmios Açorianos, entre os quais, o de Melhor Espetáculo de Dança e o de Melhor Trilha Sonora.

De onde vem o tirititrán?

2 Pilar Lopez 1Na minha classe de flamenco, eu já tinha escutado da maestra Silvia Canarim que havia sido o cantaor gaditano Ignacio Espeleta, o criador do famoso tirititrán das alegrías. Mas agora encontrei um vídeo do cantaor Chano Lobato, onde ele conta  como foi a noite em que tudo aconteceu, e achei interessante compartilhar.

O ano era 1934, teatro Villamarta, e lá estavam Pilar López, Rafael Ortega, La Macarrona, La Malena, Niño de Gloria para se apresentarem em um espetáculo chamado Las Calles de Cádiz.

Chano Lobato conta que Ignacio Espeleta (1871 – 1938) tinha que cantar para as bailaoras do corpo de baile que dançariam por Alegrías. Eram Juana Vargas ‘La Macarrona’ e Magdalena Loreto ‘La Malena’. Quando começou a música, ele não se lembrava da letra pois estava “bien puesto”, ou em bom português, bêbado. Assim, improvisou qualquer coisa com o que veio à cabeça na hora e as bailaoras, que tinham que dançar para receber seu cachê, seguiram bailando.

Dizem que desde então essa glossolalia se converteu em introdução, salida ou temple de voz para este palo flamenco. Por curiosidade, foram Pericón de Cádiz e Manolo Vargas que popularizaram e preservaram a tradição de cantar o tirititrán no início das alegrias, que continua até os dias de hoje.

Confere aqui o cantaor Chano Lobato contando a história do tirititrán e cantando por Alegrías ao final, por supuesto. Olé!

Gesto Flamenco: O Livro

Com 144 páginas, Gesto Flamenco é fruto da pesquisa de mestrado da professora, bailarina e produtora gaúcha Daniele Zill e de uma imersão de longa data da intérprete em dança, com foco no flamenco. Lançado em dezembro de 2020, o livro vem contribuir para a reflexão, a memória e o pensamento crítico no campo das artes cênicas, da dança, da performance e, especificamente, da dança flamenca.

Na obra, Daniele investiga o universo da cultura flamenca a partir do premiado espetáculo Las Cuatro Esquinas, da Companhia de Flamenco Del Puerto, de Porto Alegre, RS. A pesquisa que deu origem ao manuscrito levou em consideração a complexidade da dança flamenca em relação à música instrumental, ao canto, aos figurinos, aos objetos cênicos e, finalmente, à encenação. Assim, o livro pode ser dividido em três grandes partes, sendo elas o memorial Del Puerto, a história e a atualidade do flamenco, e, por fim, uma aprofundada análise de movimento. Com uma linguagem acessível, tanto aos aficionados quanto ao grande público, e uma visão privilegiada, que une experiências práticas na dança, na música e na fisioterapia, a autora revela em palavras a força expressiva habitada nas minúcias, nos movimentos e nas atitudes corporais que transpiram as particularidades do gesto flamenco.

Na opinião de Fabiano Carneiro, coordenador de Dança do Centro de Artes Cênicas (Ceacen) – Funarte, ao lançar o livro, a instituição faz uma contribuição de extrema importância para a dança nacional. “Esse livro contempla um segmento específico, que é a dança flamenca, no qual o campo de conhecimento e pesquisa ainda está pouco desenvolvido. A obra também vai ao encontro das políticas estabelecidas pela Coordenação de Dança, ao longo dos últimos anos, no que tange a abrangência e descentralização, incentivando e construindo possibilidades para a cidadania”, afirma o gestor.

SOBRE A AUTORA

Daniele Zill

Mestra em Artes Cênicas pelo PPGAC/UFRGS, a autora é pesquisadora do movimento e das artes da cena, com ênfase nos estudos do corpo (análise do movimento, gesto flamenco), cultura e interdisciplinaridade. Há 22 anos atua como bailarina, intérprete, criadora e produtora da Companhia de Flamenco Del Puerto, e como professora do ensino regular de dança e música na mesma escola, da qual também é diretora geral. Premiada com Melhor Espetáculo (2012, 2008, 2007) e Melhor Produção (2012, 2016) no Prêmio Açorianos de Dança/RS e indicada a Melhor Atriz no Prêmio Tibicuera de Teatro Infanto-juvenil 2016. Graduada em Fisioterapia (ULBRA/2001), especialista em Acupuntura Chinesa (2003) e Reeducação Postural Global (2004) e formação conservatorial em Música – Piano (1995).

LA QUE HABITA EM MÍ

DANÇA E MUSICA DA CULTURA ESPANHOLA.
Disso se trata LA QUE HABITA EM MÍ, novo trabalho idealizado pela bailarina, pesquisadora, professora e coreógrafa Luciana Dutra, para fomentar a cultura espanhola e suas vertentes, com a participação principal de 5 artistas da região da Baixada Litorânea. Apresentado em formato presencial e audiovisual a ser transmitido pela internet, pelas redes sociais e outras plataformas digitais. Esse projeto foi iniciado em 2021, no formato online, através de divulgação nas redes sociais, como: instagram, facebook, youtube.

Luciana Dutra, diretora do Ateliê do Movimento, propõe uma imersão do público em um mundo de profunda sensibilidade, com músicas que comovem e afetam, através da execução criativa e magistral de coreografias e montagem de poesias e canções, onde a dança e a música batem em um só coração.

O foco principal segue sendo a DANÇA DA CULTURA ESPANHOLA, porém, abrangendo não somente o estilo FLAMENCO, mas também toda a gama referente à dança espanhola: clássico espanhol, regional, escuela bolera, danza estilizada e como não, o flamenco.

“LA QUE HABITA EM MÍ é uma maravilhosa e multifacetada apresentação de interpretações musicais com histórias dançadas” diz Luciana Dutra.

Há 10 meses, visando destacar e promover os profissionais da dança, da música e das artes digitais da Região dos Lagos, agregado à impossibilidade de público presente devido à pandemia covid19, surgiu a idéia de dar forma concreta a essas parcerias e encontros digitais que ocorreram em resposta a uma necessidade emergente de propagar cultura e conhecimento, com a única possibilidade que nos foi disponibilizada para atingir o grande público.


Ficha técnica:
TABLAO FLAMENCO – LA QUE HABITA EM MÍ
PRODUÇÃO: Ateliê do Movimento Luciana Dutra
DIREÇÃO PRODUÇÃO CRIAÇÃO: Luciana Dutra
DANÇA: Luciana Dutra
VIOLÃO, VIOLINO: Celso Cordeiro
VIOLÃO: Nico Caje
VIOLÃO: Josué Marins
CAJÓN/PERCUSSÃO: Alessandro “Alejo”
CANTO: Sarah Dhy
GÊNERO: DANZA ESPANHOLA
GRAVAÇÃO, EDIÇÃO/EDITORAÇÃO: GAIA FILMES
FOTOGRAFIA: Marcio Valva
SOM E ILUMINAÇÃO :MARQUES ILUMINÇÃO E SOM
DURAÇÃO: 60 minutos
CLASSIFICAÇÃO ETÁRIA: livre

VIVÊNCIA FLAMENCA ONLINE NO INSTITUTO CERVANTES

Para quem curte a dança flamenca, o Instituto Cervantes preparou um workshop muito especial com a bailaora “Perlita” Miri Galeano e guitarrista Jony Gonçalves.

“Vivência Flamenca para Iniciantes” é um evento gratuito e online pela plataforma zoom, onde os participantes aprenderão sobre esta arte e poderão vivenciar a entrega à magia e à profundidade da dança flamenca. Uma aula para descobrir as diversas possibilidades de expressão do corpo através das emoções e técnicas desta arte.

📅 Data: 05 de junho
⏰ Horário: 10h
📍 Evento online e gratuito pela plataforma ZOOM: “Vivência Flamenca para Iniciantes” com Miri Galeano e Jony Gonçalves.
📧 Inscrições e mais informações no e-mail: bibcuri@cervantes.es

Os Institutos Cervantes de Curitiba, Recife e Salvador de Bahia, organizam esta oficina de dança flamenca.

Estreia ‘el club del duende’ online

Idealizado por Silvia Canarim, El Club del Duende – Jam Session Flamenca reuniu em 2003 e 2004 grandes nomes do flamenco e da música do Rio Grande do Sul. Claudio Santana deu o nome ao projeto que teve como principal referência o clube Take Five criado pela ‘dama do jazz de Porto Alegre’, Ivonne Pacheco.

Os encontros eram realizados uma vez por mês no ‘Básttidores Bar’ e contavam com a presença dos colegas e amigos Andréa del Puerto y Grupo, Cadica e Grupo Paixão Flamenca, Fernando de Marília, Robinson Gambarra (da Cia Tablado Andaluz e pioneiro da dança flamenca no estado do RS), Luciano Orrigo e do bailarino cubano Miguel Alonso, um dos nomes de maior relevância do Flamenco na América Latina.

O ‘Club’ também contou com as presenças de Ivonne Pacheco, do compositor Felipe Azevedo, do cantor Richard Edmuns, do grupo musical Batuque de Cordas (formado pelos violonistas Vinícius Corrêa e Cláudio Veiga), do músico Gustavo Finkler, da bailarina Alexandra Forte, entre outros convidados.

Hoje o Club renasce pensando em manter a troca e compartilhamento que naturalmente surgiu nos cursos online teóricos realizados por Silvia Canarim e parcerias, como a professora Denise Baptista, a bailora Choni e o músico Alejandro Heredia, ao longo 2020.

E o primeiro encontro será neste sábado, dia 05 de junho, às 19h, ao vivo e online pelo zoom. Para o lançamento do El Club del Duende, será feita uma homenagem ao grande poeta, dramaturgo e músico Federico García Lorca conduzido por Silvia Canarim, curadora do El Club e a convidada especial Denise Baptista, professora de língua e cultura espanholas.

Para se inscrever no El Club del Duende e participar de todas as atividades, acesse o site www.elclubdelduende.com e clique na área de inscrição de membros.

SOBRE A CURADORIA

Bailarina, coreógrafa, pesquisadora e professora de dança flamenca. Dedica-se ao flamenco profissional há 28 anos. É mestre em Artes Cênicas pela UFRGS e especialista em Dança pela PUC-RS. De 2008 a 2010, viveu em Sevilha para realizar sua formação em “Estudios Avanzados en Flamenco” do Programa de Doutorado da Universidade de Sevilla. Sua pesquisa baseou-se no flamenco contemporâneo tendo como objeto de estudo a obra do bailaor e coreógrafo Israel Galván, a quem acompanhou nesse período. É uma das pioneiras da vertente contemporânea do gênero artístico no país. Diretora da Cia Silvia Canarim – Flamenco e Contemporaneidade.

Lunares Masterclass em maio

Durante o mês de maio, a Lunares Flamenco oferecerá cinco aulas gratuitas com sete grandes profissionais do flamenco. É o projeto  #LunaresMasterclass. Os encontros vão acontecer ao vivo pelo Zoom em 4 sábados e em 1 domingo, com conteúdo exclusivo e 100% gratuito.

“Queremos dar (ainda mais) visibilidade para esses talentosos profissionais que tanto se dedicam ao flamenco e apontam possibilidades para tantos”, diz Danuza Talamini, uma das sócias da Lunares.

A outra sócia, Fabiola Mann, acrescenta que a #LunaresMasterclass vai proporcionar às clientes oportunidade de aprimoramento no conforto de suas casas. “Serão aulas com variados maestros, diversas maneiras de conhecer dicas e técnicas. Um presente da Lunares para todas nossas clientes”, completa Fabiola.

Para participar das aulas, basta preencher o formulário disponível na bio do Instagram para receber por e-mail as informações e acompanhar os 5 encontros.

Sáb 1 de Maio 2021Bulerías de Jerez
Conexão Brasil-Jerez, com Tatiana Coelho
INICIANTES 13:30 horas
INTER/AVANÇ/PROF 15:00 horas
Duração: 60 minutos
Uma aula de bulerías diretamente de Jerez de La Frontera, na Espanha? É isso que Tatiana Coelho traz para #LunaresMasterclass.
A bailaora brasileira radicada há uma década no berço do flamenco vai apresentar exercícios, compartilhando parte de seu vasto repertório, incluindo elementos para patadas, dicas de arremates, sobretudo com foco no cante e na possibilidade de improvisação em um baile por bulerías ou em uma juerga. Paulista de Taubaté, Tatiana Coelho formou-se em dança no Conservatório Maribel Gallardo, em Cádiz, atuou na Cia Mercedes Ruiz no Teatro Villamarta, em Jerez, bailou em peñas e em diversos tabancos e palcos espanhóis. Ministra aulas on-line, oferecendo também conteúdo gravado.


Sáb 8 de Maio 2021 – 15 horasElementos flamencos
com Priscila Grassi e André Pimentel
Duração: 50 minutos – Para praticantes e/ou apreciadores do flamenco.
De onde vieram a castanhola, o abanico, o mantón e a bata de cola? Esses elementos tão característicos do flamenco seriam exclusivos da cultura espanhola? Priscila Grassi e André Pimentel apresentam um bate-papo leve, mas repleto de conteúdo, sobre a história do flamenco, inserida em um contexto mais amplo que é a história da arte e da humanidade.
Bailarina, coreógrafa e produtora, Priscila Grassi trabalha profissionalmente com flamenco há duas décadas – desde 2011 está à frente do Arte Flamenca, Espaço Flamenco Priscila Grassi, em São Paulo. Bailarino e coreógrafo, André Pimentel baila flamenco desde 1993. Co-fundador, com Priscila Grassi, do Grupo Luceros (2001), grupo de flamenco brasileiro premiado e apoiado por leis de incentivo e editais.


Dom 16 de Maio 2021 – 11 horasVivenciando flamenco
com Miri Galeano e Jony Gonçalves
Duração: 50 minutos – Necessário conhecimento básico de flamenco.
Que tal ter acesso a preciosas dicas para organizar o estudo e encontrar autonomia no baile e na linguagem do flamenco? Essa é a proposta de Miri Galeano e Jony Gonçalves na #LunaresMasterclass. Eles vão apresentar, didatica e resumidamente, mas nem por isso com menos intensidade, ao contrário, possibilidades para todos terem contato com o ritmo (compás) e os sentimentos que despertam alguns palos (diferentes tipos de toque, cante e baile) do flamenco.
Após 15 anos de estudo e dedicação ao flamenco no Brasil e no exterior, Miri Galeano “La Perlita” e Jony Gonçalves criaram a Perla Flamenca Arte em Movimento, espaço de difusão, aula, pesquisa e apresentação da arte flamenca em Curitiba. Devido aos efeitos da pandemia, também ministram aulas e cursos de maneira remota.


Sáb 22 de Maio 2021 – 15 horasDança e Autoconhecimento
com Eliane Carvalho
Duração: 50 minutos – Necessário conhecimento básico de flamenco.
Sabia que há conexão entre dança e autoconhecimento? Bailarina há mais de duas décadas, Eliane Carvalho vai mostrar, em teoria e na prática, por meio de uma abordagem única, que o flamenco pode ser bem mais, por exemplo, do que a técnica. Pós-graduada em preparação corporal e com mestrado em dança, Eliane defende que o fundamental, antes mesmo de bailar, é buscar e encontrar o movimento pessoal que proporcione paz e prazer para seguir – continuamente.
Desde 2007 à frente do Studio Gesto, no Rio de Janeiro, Eliane Carvalho é diretora, coreógrafa, bailarina e professora de dança. Além de cursos on-line, ministra aulas de flamenco na Praia de Copacabana, seguindo todos os protocolos de prevenção à Covid-19..


Sáb 29 de Maio 2021 – 11 horasO Universo das Castanholas
com Lu Garcia
Duração: 50 minutos – Necessário conhecimento básico de castanholas.
Uma aula teórica e prática de um tradicional instrumento de percussão do flamenco? Na #LunaresMasterclass, Lu Garcia ministra uma aula de castanholas para iniciantes e até mesmo para quem já conhece o assunto, mas está sempre em busca de reciclagem. Ela vai falar sobre a milenar história das castañuelas, explicando tipos e diferenças entre os materiais utilizados na fabricação do instrumento, além de propor exercícios de técnica e possibilidades da utilização das castanholas em uma montagem.
Com 30 anos de imersão, pesquisa e prática no flamenco, Lu Garcia dirige o Centro de Arte Flamenca, em Campinas, que oferece, entre várias opções, cursos regulares em seu canal do Youtube, inclusive básico e intermediário de castanholas, aulas de abanico, de técnica de pés para principiantes, e ainda cursos on-line gratuitos, aulas em grupo e/ou particulares.

As aulas já começam neste sábado, dia 01 de maio, mas as inscrições seguirão abertas para a participação em todas as aulas seguintes.


MARATONA flamenco fest

Dois dias de muito flamenco vão rolar online e ao vivo com artistas brasileiros e espanhóis no início de maio. Será nos dias 01 e 02 de maio, sábado e domingo, com uma programação muito especial de aulas de expressão corporal, coreografias, técnica flamenca, castanholas e um tablao de encerramento no final.

Confere abaixo a programação:


Desde a Espanha, estarão presentes Sara Nieto, Yara Castro e Fernando de la Rúa. Do Brasil, os artistas convidados são Karina Maganha, Fábio Rodríguez, André Pimentel, Deborah Nefussi, Iracy Prades. Será um pacote com 7 aulas ao vivo pelo zoom, com valor de 100,00.
As inscrições devem ser feitas pelo whatsapp: 11 977622350.

Dia 2 de Maio, às 18h30, acontecerá o TABLAOFEST, um espetáculo de tablado online com transmissão ao vivo através do canal do Flamenco Fest no Instagram. Também haverá o sorteio de 5 kits Flamencofest para todos que contribuírem voluntariamente com o Tablao. As contribuições serão revertidas 100% para os artistas.

O SOM DA MADEIRA EM CENA

Quatro bailarinas com formações em dança flamenca traduzem através da sonoridade do violão, dos corpos e das possibilidades que os elementos feitos de madeira como a castanhola, leque, baston, bata de cola, cajon e os saltos dos sapatos proporcionam.
Trilha sonora: Thiago Colombo
Música feita no sul com sotaque internacional. Dança com mescla de estilos entre o Flamenco e o folclore “sureño”.

«Que suene la madera»

Dia 29 de outubro de 2020 (quinta-feira)
Início: 20h
Canal do CHC no You Tube.

A exibição acontece pelo canal do CHC no YouTube, no dia 29/10, a partir das 20h. O link será disponibilizado através da plataforma Sympla.

Ingressos em: https://www.sympla.com.br/chc-teatro–som-da-madeira-chconeta__1016765

Fotos: Fábio Zambon.

FLAMENCO EM CASA DIRETO DE JOINVILLE

O Flamenco em Casa é um conjunto de 4 vídeo aulas de cunho prático/teórico voltado para a formação de público para a dança flamenca. Este projeto foi contemplado pelo edital #SCulturaEmSuaCasa que tem como propósito fomentar atividades de formação e capacitação artística como esta, promovidas por artistas catarinenses que foram impactados pela pandemia do Covid-19. A proposta do Flamenco em Casa é envolver o participante através de uma vivência prática de dança conectada aos conceitos teóricos do flamenco, oferecendo de forma acessível e basilar o conhecimento dos pilares desta arte. A formação será conduzida pela professora e criadora do projeto, Erika de Moura.

O acesso à fruição e formação de público para o flamenco ainda é limitado no estado de Santa Catarina, sendo que esta arte é patrimônio cultural imaterial da Humanidade identificado pela Unesco desde 2010. Com o Flamenco em Casa será possível estender o acesso para um público amplo e sem fronteiras físicas, pois todo o processo acontecerá de forma online. Todas as vídeo aulas do projeto Flamenco em Casa serão transmitidas acompanhadas por um intérprete de Libras e audiodescrição ao vivo a fim de permitir acesso das pessoas com deficiência auditiva e visual ao conteúdo.

O Flamenco em Casa será realizado em quatro encontros entre os dias (09 e 10 de outubro e 16 e 17 de novembro), duas sextas-feiras e dois sábados. Aula 1 (09/10) início às 19h, término às 20h30; Aula 2 (10/10) início às 16h, término às 17h30); Aula 3 (16/10) início às 19h, término às 20h30;  Aula 4 (17/10) início às 16h, término às 17h30), todas com transmissão em tempo real totalizando 6 horas de atividade.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas através de formulário online disponível no site: https://flamencoemjoinville.com/flamenco-em-casa Cada vídeoaula terá duração de 90 min e será transmitida ao vivo via plataforma Google Meet. Será permitido o acesso de até 100 participantes por vídeo aula (limite da plataforma). Os participantes terão acesso gratuito e ilimitado às vídeoaulas. O conteúdo será gravado e disponibilizado para os participantes após cada aula mediante o envio do link de gravação por email.

São nosso público homens e mulheres sem restrições ou limite de idade. Não há pré-requisitos para participação, nem mesmo ter experiência ou conhecimento de dança flamenca.

Mais informações no site: https://flamencoemjoinville.com/flamenco-em-casa
Ou através do contato (47) 996353593 (telefone e WhatsApp) 

Esta é uma realização do Flamenco em Joinville, produzida pela Baillarte Produções Culturais e apoiada pelo edital #SCulturaemSuaCasa da Fundação Catarinense de Cultura do Governo do Estado de Santa Catarina. 

Sete Espetáculos na Bienal de Sevilla On-line e ao Vivo

SETE ESPETÁCULOS DA BIENAL DE FLAMENCO DE SEVILLA 2020 SERÃO TRANSMITIDOS ON-LINE E AO VIVO, DESDE O REAL ALCÁZAR, TEATRO LOPE DE VEGA, IGLESIA DE SAN LUIS, TEATRO CENTRAL E O CENTRO ANDALUZ DE ARTE CONTEMPORÂNEO.

As emissões serão abertas, de forma gratuita e poderão ser vistas através do canal youtube da Bienal.

A XXI Bienal de Flamenco contempla para esta edição o streaming como via de transmissão para sete dos seus espetáculos.

Como já havia comentado no dia da apresentação da programação seu diretor, Antonio Zoido, “A Bienal conta com um importante público estrangeiro que se desloca a cada edição para assistir aos espetáculos e atividades programados. França, Estados Unidos, Japão, Alemanha e Itália, entre outros países, aportam mais de 30% do total de espectadores”.

Pensando em todos aqueles que amam o flamenco e que, pela situação de crise sanitária mundial, não poderão estar presentes na cidade de Sevilla, foram selecionados espetáculos de cante, baile e toque flamencos para que de forma aberta, gratuita e ao vivo no dia da estreia possam ser assistidos.

A seleção de espaços foi realizada tendo em conta seu grande valor arquitetônico. São o Real Alcázar, a Iglesia San Luis de los Franceses, o Centro Andaluz de Arte Contemporáneo (Monasterio de la Cartuja), Teatro Central e o Teatro Lope de Vega.

Real Alcázar de Sevilla

Da mesma forma, os espetáculos que serão transmitidos on-line foram minuciosamente escolhidos com o propósito de poder satisfazer os gostos musicais dos aficionados do flamenco, considerando as disciplinas de cante, baile e guitarra estejam representadas.

Começará no dia 4 de setembro, desde o Alcázar de Sevilla. A apresentação da programação geral e o flashmob poderão ser assistidos de qualquer parte do mundo. O guitarrista Rafael Riqueni compôs umas sevillanas que tiveram sua estreia na entrega do prêmio Giraldillos de la Bienal da edição passada. Antonio Canales e María Moreno dançarão as sevillanas (que foram ensinadas por eles ao longo dos últimos meses no canal do youtube da Bienal e nas redes sociais) acompanhados à distância por todos os amantes do flamenco que a aprenderam e bailarão junto em seus lugares de origem.

Todos os espetáculos poderão ser vistos no canal youtube da Bienal de Flamenco. A Bienal de Flamenco é um projeto do Instituto de la Cultura y las Artes del Ayuntamiento de Sevilla (ICAS) e conta com a colaboração institucional da Junta de Andalucía, Instituto Nacional de las Artes Escénicas y de la Música (INAEM) del Ministerio de Cultura, e da Diputación de Sevilla; patrocinio de: Fundación Cajasur y ABC; com a colaboração dos meios de comunicação: RTVADiario de SevillaCadena SERCadena Cope y Onda Cero; e o apoio de: Real AlcázarCONTURSATurismo de SevillaBarbadilloONCE, Universidad de Sevilla, Universidad Pablo de Olavide, Universidad LoyolaAgencia Andaluza de Promoción Exterior (Extenda), ASETCasas PalacioTUSSAM Gerencia de Urbanismo.

Mais informações sobre a programação no site oficial: www.labienal.com

Calendário Streaming:

FLASHMOB       4 de set. 20.30 horas.

ESPETÁCULOS:

ROCÍO MOLINA(Dois espectáculos)6 de set. 13 y 21 horas.11 de set. 21 horas e 12 de set. 21 horas.
FAHMI ALQHAI/ PATRICIA GUERRERO16 de set. 21 horas.18 de set. 21 horas.
ANDRÉS BARRIOS24 de set. 22 horas.25 de set. 21 horas.
JOSELITO ACEDO26 de set. 22 horas.2 de out. 20 horas.
LA TREMENDITA29 de set. 20.30 horas.2 de out. 22 horas.
DORANTES30 de set. 21 horas.4 de out. 20 horas.
ANDRÉS MARÍN3 de out. 21 horas.4 de out. 22 horas.